Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Plástico dos oceanos se transforma em artigos esportivos

Uniforme de times europeus e tênis são feitos a partir de lixo costeiro das Ilhas Maldivas

foto: divulgação
O Bayern de Munique usou a camisa no jogo contra TSG 1899 Hoffenheim, no dia 5 de novembro (Imagem: Divulgação)

Já pensou se todo aquele lixo que vemos nos mares e oceanos tivesse o descarte correto? Melhor, já imaginou se esse lixou se transforma-se em roupas e sapatos? Pois uma marca de artigos esportivos uniu-se a uma organização de defesa dos oceanos para desenvolver os primeiros produtos de performance criados com plástico retirado de zonas costeiras. Os primeiros itens da linha são as camisas de futebol, para os clubes Bayern de Munique e Real Madrid, e um tênis de corrida.

“Esses lançamentos representam um novo passo na jornada da Adidas com a Parley for the Oceans. Nós não somente conseguimos criar um calçado de plástico do oceano reciclado, como também criamos a primeira camisa feita 100% com resíduos do oceano”, explica Eric Liedtke, membro do conselho executivo do Adidas Group e responsável por Global Brands.

A matéria prima são resíduos plásticos retirados de áreas costeiras das Maldívas, através de ações com objetivo de gerar interesse global e soluções para a ameaça da poluição plástica nos oceanos. “Não estamos pensando só em gerar conhecimento para o problema. Queremos colocar em ação e implementar estratégias que possam acabar com o ciclo de poluição de plástico para sempre. Inovação ecológica é um campo novo de atuação e com o lançamento das camisas Ocean Plastic e o UltraBOOST Uncaged Adidas X Parley, nós convidamos cada consumidor, jogador, equipe e torcedor para impactar junto com a Parley e definir seu papel no meio ambiente”, afirma Cyrill Gutsch, fundador da Parley for the Oceans, instituição idealizadora do projeto.

Para 2017, 11 milhões de garrafas plásticas serão retiradas de áreas costeiras, para serem recicladas e transformadas em artigos esportivos. “Nós não vamos parar aqui. Vamos fazer um milhão de tênis usando a Parley Ocean Plastic em 2017 – nossa principal ambição é eliminar plástico virgem na nossa cadeia de suprimentos”, comenta Liedtke.

As camisas usadas pelo Bayern de Munique e pelo Real Madrid foram desenvolvidas inteiramente com resíduos de plástico marinho, e suas impressões também seguiram a linha “eco-responsável” e são a base de água.

Já os tênis, que possuem design inspirado nas ondas do mar, traz uma malha mista de plástico oceânico (95%) e poliéster reciclado (5%).  Os outros itens do sapato, como cadarços, base e suporte do calcanhar e forro, também são feitos de materiais reciclados.

Destaques Horizonte:
Plástico oceânico vira tênis
Educação ambiental: cidadãos comuns exercitam a limpeza de praia e coleta de lixo marinho
A saga das sandálias de borracha

Publicado em 22/11/2016


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo