Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Brasil está entre os principais geradores de energia eólica

Em oitavo lugar, produção brasileira de energia eólica é destaque em diversos indicadores

foto:
Segundo o MME, como a maior parte dos parques fica em regiões carentes, com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), casos do semiárido baiano e do litoral cearence ou potiguar, a entrada de grandes grupos empresariais nessas localidades, com suas políticas de responsabilidade social e atendendo a medidas compensatórias incluídas nas licenças, está ajudando a impulsionar o desenvolvimento socioeconômico das comunidades (Imagem: Pixabay)

Brasil sobre sete posições e é o oitavo país, do mundo, em geração eólica, em 2015. Também no ano passado, o país foi o primeiro colocado no ranking mundial de capacidade (relação entre a produção e a capacidade instalada) de geração eólica, além de ser o quarto colocado, no mesmo ranking, de potência instalada.

Segundo a análise, o Brasil tem um fator de capacidade de 60% superior ao indicador mundial. Este indicador mostra o quanto o vento é aproveitado para gerar energia, o que representa o aumento dos avanços tecnológicos e no porte das instalações, além da escolha de melhores sítios para a implementação de usinas.

A Dinamarca é a líder mundial na proporção de eólica na matriz, seguida pela Irlanda, Portugal e Espanha. 
Já no Brasil, o Rio Grande do Norte é o Estado que mais produz energia eólica, com 34,6% de participação, seguido pelo Ceará (20,7%) e Bahia (18,5%).

Confira o boletim completo, do Ministério de Minas e Energia (MME).

Destaques Horizonte:
O ano das renováveis
Ventos do futuro
Energia limpa: uma realidade mundial


 


 

Publicado em 29/08/2016


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo