Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Tecnologia transforma plástico em combustível

Pesquisadores americanos e chineses descobriram como transformar a forma mais comum de comercialização do plástico, o polietileno, em combustível

foto: Gustavo Lourenção/Horizonte
O Brasil possui capacidade para reciclar 1,7 milhões de toneladas de plástico por ano, segundo o Instituto Socioambiental dos Plásticos (Plastivida) (Imagem: Gustavo Lourenção/Horizonte)

Há décadas cientistas buscam uma forma de minimizar os impactos do material mais utilizado no século: o plástico. Mas grande parte das técnicas utilizadas para a sua reciclagem são tóxicas e demandam grande quantidade de energia. Trazendo ainda mais problemas para este vilão tão presente no nosso cotidiano. Um processo comum, para a sua reciclagem, por exemplo, inclui o uso de produtos químicos cáusticos e aquecimento a mais de 300 graus Celsius para quebrar as ligações químicas dos polímeros.

Para minimizar estes impactos, cientistas chineses e americanos desenvolveram uma técnica inovadora, que pode transformar o polietileno em novos compostos úteis, como combustível líquido e ceras de uso industrial.

"Plásticos sintéticos são uma parte fundamental da vida moderna, mas o nosso uso deles em grande volume tem criado sérios problemas ambientais. Nosso objetivo com esta pesquisa foi resolver o problema da poluição do plástico, bem como criar uma nova fonte de combustível líquido." Conta Zhibin Guan, químico da Universidade da Califórnia e um dos responsáveis pelo projeto.

Destaques Horizonte:
Maquina transforma plástico em petróleo 
Apenas 18% das cidades brasileiras realizam coleta seletiva 
Empresa cria solução para copos descartáveis 

Publicado em 27/06/2016


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo