Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Campanha estimula a recuperação da Serra do Gandarela

Floricultura de Belo Horizonte fornece mudas de árvores grátis em prol da recuperação da vegetação de Minas Gerais

foto: DaniloSiqueira/Divulgação Movimento Águas do Gandarela
A preservação do Gandarela é importante pois a região é um grande berço de águas, e a zona de transição entre dois importantes biomas brasileiros: a Mata Atlântica e o Cerrado (Imagem: Danilo Siqueira/Divulgação Movimento Águas do Gandarela)

Localizada entre Rio Acima, Santa Bárbara, Caeté e Ouro Preto, a Serra do Gandarela tem ampla diversidade, abrigando biomas como o Cerrado e a Mata Atlântica, além da vegetação de canga, típica de locais onde há minério.

foto: Ikebana Flores
A ação inclui crianças que auxiliam na limpeza da região escolhida e no plantio (Imagem.: Ikebana Flores)

Por ser considerada uma das últimas reservas de Quadrilátero Ferrífero, a Serra do Gandarela está ameaçada por atividades mineradas. Desde 2012, a campanha Plante Uma Árvore, da floricultura mineira Ikebana Flores vem ganhando adeptos em prol da recuperação da região, onde nascem os principais mananciais que abastecem as bacias do Rio São Francisco.

Diante dos grandes problemas que a região passa, e o desastre envolvendo a Barragem de Fundão (MG), em 5 de novembro de 2015, este ano a campanha iniciará os plantios na região de Mariana, afim de auxiliar a regeneração do solo, que está tão degradado.

A Plante Uma Árvore funciona da seguinte maneira: a cada divulgação da campanha, em sites ou redes sociais, a Ikebana Flores estará plantando uma muda típica de árvore da região.  E ainda, durante toda a ação, a floricultura distribuirá, gratuitamente, mudas típicas do cerrado. Quem se interessar, basta comparecer, de segunda à sexta-feira, das 10h às 19h,

foto: Ikebana Flores
Na região da Cachoeira do Viana, 230 mudas foram plantadas no dia 14 de novembro. Após 5 sacos de lixo serem retirados do local, contendo garrafas de vidro, plástico e diversos outros resquícios deixados pelos turistas da região (Imagem: Ikebana Flores)

na Av. Getúlio Vargas, 1697, Savassi – Belo Horizonte (MG), e retirar a sua.

Na quinta, e última fase, até agora, do plantio, 30 voluntários se empenharam em preparar o terreno, as mudas e realizar o plantio na região de Rio Acima (MG), na Cachoeira do Viana. Foram 230 mudas plantadas, em uma região de transição da Mata Atlântica para o Cerrado. Entre elas a Candeia, Ipê Branco, Ipê Crioulo, Ipê Amarelo, Mogno, Jacarandá, Sucupira, Aroeira, Peroba, Jequitiba.

Não deixe de participar e ajudar a salvar uma das regiões mais ricas do nosso planeta. Para saber mais sobre a campanha acesse o Facebook da Ikebana Flores, ou através do blog, onde há maiores detalhes sobre a campanha.

Destaques Horizonte, para você:
A tragédia do Rio Doce: causas e consequências 
Por que preservar o cerrado? 
Bacia do Rio Doce tem dados alarmantes em expedição 

Publicado em 31/05/2016


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo