Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Ave brasileira é redescoberta após 75 anos

Rolinha-do-planalto é reencontra, após ser considerada extinta devido ao desmatamento do Cerrado

foto: divulgação
Os olhos e as manchas azuis nas asas são as principais características da ave que não é vista desde 1941 (Imagem: Divulgação)

O Observatório de Aves – Instituto Butantan e a Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil (SAVE Brasil) anunciaram a redescoberta de uma das aves mais raras do mundo, a rolinha-do-planalto. Conhecida cientificamente como Columbina cyanopis, a ave está criticamente ameaçada de extinção. A última vez em que pesquisadores conseguiram ver um exemplar da espécie foi em 1941.

A rolinha-do-planalto é uma espécie endêmica brasileira, da região do Cerrado, e sofre principalmente pela devastação de seu habitat. Nos últimos meses a equipe tem trabalhado no registro e acompanhamento na espécie e, simultaneamente, em um plano de conservação do bioma, para que sua sobrevivência seja assegurada a longo prazo. Até o momento, os ornitólogos encontraram apenas 12 indivíduos da espécie.

“Nossa preocupação agora é a conservação da ave. Estamos estudando diversas linhas de atuação no desenho deste plano. A principal delas é garantir que a região onde a espécie foi detectada seja transformada em uma área de conservação, o que beneficiaria não apenas a rolinha-do-planalto, mas também outras espécies ameaçadas que ocorrem na área”, conta Rafael Bessa, ornitólogo responsável pelo redescobrimento da espécie.

Rafael avistou a ave em junho de 2015, e sua primeira reação foi entrar em contato com Luciano Lima, do Observatório de Aves – Instituto Butantan. Com isso, Rafael conseguiu o apoio do Instituto e da SAVE Brasil, representante da BirdLife International, que hoje apoia e financia a pesquisa. Após isso foram iniciados os estudos sobre a espécie. Hoje Rafael e Luciano trabalham junto a mais outros três ornitólogos: Wagner Nogueira, Marco Rego e Glaucia Del-Rio.

Para que a segurança da ave seja garantida, os pesquisadores só divulgarão a exata área de sua ocorrência após a existência de um plano de manejo para a região.

A rolinha-de-planalto é uma ave de olhos azuis claros e manchas azuis escuras nas asas, que parecem pequenas gotas de tinta na plumagem castanho-avermelhada. “É uma ave linda e extremamente rara. Redescobrir uma espécie exclusiva do Brasil praticamente desconhecida e tão emblemática é um feito científico extraordinário. É um acontecimento que está sendo muito celebrado, já que alguns especialistas cogitavam que a espécie poderia estar extinta. Conhecer melhor a biodiversidade brasileira é o primeiro passo para garantirmos sua conservação. E, ao fazer isso, estamos contribuindo com o aumento da qualidade de vida e a saúde de todas as espécies, incluindo a nossa”, afirma Luciano Lima.

Estudos sobre a sua biologia, abordando aspectos como o comportamento, reprodução e alimentação acontecem para que a conservação da espécie torne-se uma realidade. Além disso, os pesquisadores estão em novas expedições, em busca de novos indivíduos. Nesta etapa, a tecnologia é uma forte aliada, rastreando, via satélite, os locais a serem visitados, a partir da similaridade com o local onde a ave foi vista.

“Até o momento visitamos diversas áreas em três estados, mas a espécie só foi localizada em dois locais muito próximos, ambos no estado de Minas Gerais, o que reforça a necessidade de medidas urgentes para garantir a sua sobrevivência”, alerta o ornitólogo Wagner Nogueira.

Para conhecer melhor a rolinha-de-planalto e outras belíssimas aves do Cerrado, adquira o mais completo guia de campo da região, o Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São 740 espécies de aves, representadas em mais de 1020 ilustrações feitas pelos maiores ilustradores de pássaros do mundo! Para a produção, a equipe responsável pelo guia teve respaldo de instituições de pesquisas e conservação da natureza, bancos de dados científicos e os mais modernos recursos cartográficos.

Destaques Horizonte, para você:
Por que preservar o cerrado? 
Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado 
Aves pantaneiras e do Cerrado: o lúdico estimula o aprendizado 

Publicado em 25/05/2016


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo