Horizonte, educação e comunicação
 
 
ONLINE

Pesquisador descobre nova planta pelo Facebook

Segundo o pesquisador Paulo Gonella, esta foi a primeira vez que uma nova espécie foi encontrada por meio das redes sociais, mas não deve ser a última. Os bancos de dados e imagens online estão cada vez mais importantes para a ciência

foto: ReginaldoVasconcelos
Como a maioria das espécies de seu gênero, as folhas e os “tentáculos” movimentam-se, podendo até dobrar, e aprisionam a presa (Foto: Reprodução Facebook/Reginaldo Vasconcelos)

Para você, o Facebook é apenas um site de relacionamento que nos permite encontrar novos, e velhos amigos, e estar por dentro do que acontece na vida deles? Pos saiba que está muito enganado. Há pouco mais de dois anos o pesquisador Paulo Gonella, do Instituto de Biociências da USP, estava zapeando o seu fedd de notícias da rede social quando a foto de um amigo lhe chamou atenção.

Reginaldo Vasconcelos, orquidófilo e amigo de Gonella, estava caminhando por uma montanha de Governador Valadares, Minas Gerais, quando encontrou uma planta que lhe chamou atenção e resolveu fotografá-la e publicar em sua página, do Facebook.

Ao ver a imagem, Gonella descobriu que aquilo era diferente de todas as espécies que ele conhecia e então decidiu ir até o lugar da foto para estudá-la. Como o pesquisador é especialista em plantas do gênero Drosera, retirou uma amostra e, após acirrados estudos nos últimos anos, descobriu que ela era mesmo uma espécie inédita para ciência.

No final do último mês Gonella anunciou na revista científica Phytotaxa, ao lado de outros pesquisadores do Jardim Botânico de Berlim, Alemanha – onde atualmente está fazendo seu doutorado – a nova descoberta.  

A planta foi batizada como Dosera magnifica e é uma das três maiores espécies carnívoras do mundo, podendo crescer até 1,5 metro e capaz de capturar insetos do tamanho de borboletas, graças aos seus tentáculos que aprisionam e imobilizam os animais. 

Leia mais:
Ecossistema engarrafado há mais de 40 anos
Identificadas 441 novas espécies de animais e plantas na Floresta Amazônica
Cerca de 70% dos seres vivos ainda são desconhecidos 

Publicado em 16/10/2015


 
 
 
 
 
Loading


Anuncie Edição do Mês
Anuncie
 
 
 
 
     
 
© 2017 Horizonte, educação e comunicação. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo